Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2010

Engraçado que..

..essas últimas duas noites dormi tão gostoso. Como nunca havia dormido antes!

Um sono tranquilo, desprocupado..
Por mais que tenha sido tarde (2am) e eu tenha acordado cedo (7am), estou renovada, tranquila e poderia até dizer que estou feliz.
Pra falar a verdade, é bem assim que eu me sinto: feliz.

Uma felicidade leve e branda. Boba e suspirante.

Feliz!
Even though I'll be alone, I'll be fine and strong
If you leave me, even if it's for a while, I'm going to be sad and unsatisfied. But I'll still be strong and keep going.
because my life demands it.

I'll still like you. I don't know about you but I will. I won't forget you and what you did to my heart. You made it smile, sigh and sing again.



Not biographical speech.

Dúvidas e medos

Medo de sair do país,
medo de não me adaptar.
Medo de te ter,
medo de te perder.
Medo de me entregar,
medo de estragar.

Estou a um passo de uma das melhores oportunidades da minha vida
e tenho medo de abraçá-la com toda a força.
Estou louca para ir, conhecer novas pessoas, novos lugares, culturas, gostos. TUDO!

E te queria junto de mim.

Ano Novo

Estamos em um novo ano. O que esse ano nos trás? Promessas?
Não para mim. Esse fim de ano fora o mais diferente de todos que já vivi.
Normalmente nos fins de ano eu me sinto triste e deprimida, sem perspectiva de vida ou futuro.
Este não. Me senti completamente segura de mim, da minha vida, do meu rumo.
Nos outros anos eu tinha esperanças mil para o ano seguinte. Não neste. Apenas mantive-me cética e silenciosa, sem promessas, apenas alguns planos.
Nos natais passados (falando assim parece até nome de filme), todos seguiam rigorosamente o ritual de apenas comer após a meia noite. Ao chegar na casa de meus avós, por volta das 22h, alguns já haviam ceado, outros estavam à mesa e minha família por sua vez, sentou-se displicentemente e começou a comer. Não houveram presentes. Nem dos narcisos que geralmente enchem a si mesmos de presentes. Não houve reza, não houve rito algum.

Ao decorrer do ano de 2009 eu tive uma certeza: nasceu, então, uma nova eu. Um eu adulto, um eu maduro, um eu sér…
Cure-se ferida maldita
Sangria desatada
Que esse sangue
puro de sentimentos
se estanque. Cicatrize.

O mal estar que escondido fica
teima em mostrar-se quando em face de ti

a cada segundo olhando-te
a ferida abre.

De tão quente que o coração fica
queima.

a cada minuto sem pensar em ti
calma
vazio preenchido por silêncio
tontura