Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2017
Ei amigo, por onde andas?
Sinto falta da sua voz chata
E de ouvir novas bandas.

Quem mais vai me dizer
Tudo aquilo que não quero ouvir?
Aquele que vai me maldizer
Na minha frente.

Aquele que vai me chamar de vadia
Que vai me chamar de tia

03/01/2013
Estou me cansando de você.
Já não tenho mais paciência e pouco tolero os pequenos descuidos - que parecem a cada dia mais frequentes.
Descuido. Essa parece ser a palavra chave. O sentimento está tão egocentralizado que não mais consegue ver que ele - o sentimento - já não faz outra coisa a não ser satisfazer a si mesmo. A via é de uma mão.
Já não aguento mais ficar sozinha - mesmo quando estou contigo. Temo que prefira ficar sozinha de verdade à uma meia companhia. Dividida entre lazer, obrigações e o restinho que me sobra.

27/03/2014

Cansada [antigos]

E cada dia me sentindo mais distante das pessoas que amo. Não somente no sentido físico - que no momento é irremediável - mas sentimentalmente. Sinto que vamos nos distanciando a cada coisa simples que não é feita, que não é dita... A cada falta de atenção dada. A cada sumiço inesperado. Cansada.

18/06/2014

Memórias

É um pouco assustador ver os posts de 2009 falando sobre minha ansiedade quando eu mesma não fazia ideia (do) que era isso.
Me assusta também pensar que nunca ficarei curada disso. Esse monstrinho, como chamei em outro post, sempre me acompanhará. Ou melhor, eu sempre o acompanharei, pois me sinto como seu bicho de estimação, pronta para que ela me leve para passear ou para brincar comigo.

26/08/2016

Hoje, muitos meses depois, leio esse depoimento e me sinto triste, mas ao mesmo tempo aliviada.
Triste por ter passado por momentos tão duros emocionalmente. Aliviada por ter sobrevivido e estar hoje uma pessoa muito mais forte e atenta ao meu redor.
Tenho cansaço. Tenho sono. Tenho dever de acordar cedo amanhã, mas não tenho vontade alguma de dormir. Me dá uma amargura só de pensar em fechar meus olhos e correr o risco de sonhar. Me apavora pensar que meu consciente vai perder o controle e meu subconsciente correrá livremente pelos meus pensamentos, sem um pingo de sensatez ou razão.